Crianças

A procura por atendimento à crianças acontece após ela apresentar algum comportamento fora do comum para ela, em algum dos ambientes onde ela frequenta. A queixa pode surgir a partir de comportamentos ocorridos em casa, na escola ou em algum outro ambiente.

Diferente da psicoterapia com adultos, que costumam verbalizar as suas queixas, as crianças tem dificuldade de expressar verbalmente o que está sentindo (medo, insegurança, ansiedade e etc), e por esta razão, na psicoterapia com crianças é feito um trabalho lúdico, utilizando-se de recursos como: brincadeiras, faz-de-conta, desenhos, jogos e etc.

Através destas atividades lúdicas, as crianças conseguem expressar e elaborar melhor os seus sentimentos. Por esta razão o brincar e qualquer outra atividade lúdica é muito importante no processo terapêutico.

No processo terapêutico pode-se desenvolver técnicas junto com a criança, que a ajude a criar estratégias de enfrentamento, alívio do sofrimento e identificação dos conflitos que estão gerando desconforto.

Para que a psicoterapia dê bons resultados, é bastante importante ter a colaboração dos pais. É também importante que os pais dividam com o terapeuta, as experiências e comportamentos da criança em casa, na escola ou qualquer outro ambiente. Este diálogo entre terapeuta e os pais da criança enriquecem o tratamento e facilitam a intervenção e percepção desta criança.

Deseja marcar uma consulta? Agende já sua visita!